Qual o caminho.

maio 19, 2007

Esse blog não tem a intenção de ser nada. Não tem a intenção de ser grande e alavancar negócios para empresa que estamos começando, não tem a intenção de ser importante e fazer a diferença na comunidade web brasileira ou influênciar nada. A única coisa que eu quero é perguntar, talvez opiniar.

Esse é o terceiro blog que eu começo. Tive um sobre internet que está parado, porque o objetivo meu com ele foi alcançado. Tenho um outro sobre Linux – Ubuntu que vai muito bem e que não vai parar nunca, porque ele não tem um ponto de chegada como o outro. E tenho esse. Que vai ter a duração dessa aventura de ter um negócio. Que eu encaro como tudo, menos como um negócio, para mim é prazer, é aventura, é diversão. Tudo, menos um negócio no sentido chato da palavra, tanto que eu estou aqui às 04:05 da manhã colocando no ar um monte de dúvidas que passam pela minha cabeça.

Nesse momento eu e a Anne estamos desenhando várias telas para o site novo, desenhando mesmo. Papel, lápis, recortes e tudo o que não se imagina quando se pensa em criar algo para a web. Ela desenha muito bem e é interessante ter um site com esse toque, e por conta disso a minha visão do que seria a empresa foi mudando. Pensava em algo muito tecnológico, algo muito clean, quase acéptico. E a arte da Anne mudou minha visão, vi que estava perdendo a oportunidade de fazer algo diferente, de pensar e agir por uma via inúsitada. E é por ai que vamos andando. Porque abrir mais uma empresa de web, limpa, clean, robótica? Porque desperdiçar a oportunidade de lutar por algo além do que se faz, porque perder essa chance? De fazer tudo novo, desde o início?

Qual o papel da arte nisso tudo? Ela mudou meu jeito de pensar… não pode mudar de outras pessoas?

Ueba Design – RJ -Brasil

Anúncios